segunda-feira, 14 de junho de 2010

Amor

Tenho aprendido (ainda mais) ultimamente o que é esta coisa do amor, e do gostar, e do fazer uma vida a dois.

Ora, baseando-me nesta experiência, e num filme que vi ontem, numa vida a 2, muita coisa se resume a:

Não é fazer as coisas que tu gostas...é fazer coisas com a pessoa que tu gostas!

Nunca me tinha apercebido como de facto, quase tudo se resume a isto. Quantas discussões não seriam evitadas se toda a gente fizesse isto? Falo por mim, tinha-se poupado bem mais tempo, se alguém cedesse um bocado.
Porque realmente é dar um bocado de nós, e recebermos em troca. É sermos uns para os outros. É estarmos lá, numa peça de ballet durante 3 horas, com tipos de collants em movimentos um bocado estranhos para um tipo, e sair de lá com um sorriso e ser capaz de dizer entre dentes "Foi giro, amor" e não estrabuchar a seguir!

Vá lá...façam um esforço...afinal de contas, 3h em lojas de roupa de mulher não é assim tanto tempo...porque depois vem a maratona do mundial de futebol! :D

1 comentário:

Marta disse...

É isso mesmo.
Faz parte do amor fazer cedências.
Tomara que todos os homens pensassem assim.
Isso é que era.
O pior é que são quase todos egoístas.

Bjs